Energia Solar e a curva de adoção da tecnologia

energia-solar-e-a-curva-de-adocao-da-tecnologia (2)

Estima-se que hoje no Brasil, já são mais de 100 mil residências e comércios utilizando energia solar. 

A quantidade é expressiva em se tratar de anos anteriores, porém se compararmos ao número de habitantes estimado pelo IBGE, de 207 milhões de habitantes no país, a energia solar representa somente 0,048%.

Essas informações são relevantes ao se tratar de um estudo chamado de curva de adoção criado pelo sociólogo, escritor e professor Everett Rogers em 1962.

O escritor utiliza esse conceito para explicar porque as pessoas compram determinados produtos ou adquirem novos comportamentos e essa é uma das principais teorias que abordam as estratégias de marketing.

Ao longo desse estudo, Rogers identificou que as pessoas que pertencem a qualquer sociedade estão divididos e são classificados em grupos.

E isso é possível baseado de acordo com o tempo em que essas pessoas demoram para adquirir determinados produtos, ou nesse caso alguma tecnologia.

Como no gráfico acima, os primeiros são os inovadores, que representam cerca de 2,5% da população. 

Eles são os primeiros a adquirir uma novidade no mercado, aventureiros e sem medo de riscos, e gostam de estar sempre a frente. 

Essas pessoas são as responsáveis por espalhar as novidades para a maioria da população, tanto para amigos, pessoas do seu convívio social.

Já os primeiros adeptos são os que estão próximos aos inovadores, são eles que adotam essas novidades e seu perfil está ligado ao de líderes de opinião.

Já a maioria inicial primeiro observa o que os outros antecessores estão achando sobre determinado produto para fazer a aquisição. 

A maioria tardia é mais resistente a essas mudanças e consequentemente não gosta de correr riscos, acostumadas a adquirir produtos onde a eficiência já foi comprovada no mercado. 

E por último os retardatários, que mais demoram para aderir a uma nova tecnologia. Eles não gostam de mudanças e não tem tanto acesso ao meios de comunicação usados para criar uma estratégia de marketing.

Eles raramente adotam a uma inovação, e quando adotam é porque essa inovação já se tornou comum.

Energia Solar e a curva de adoção

Essa teoria é muito comum em praticamente todos os segmentos de mercado existentes. O que se pode falar é que estamos vivendo em uma revolução tecnológica e sustentável.

Isto é, o termo sustentabilidade, voltada principalmente para a utilização de energias renováveis vem sendo assunto discutido diariamente por todo o mundo.

A adoção a esse tipo de tecnologia como a energia solar está em crescimento acelerado não só no país, mas em todo o resto do mundo, a revolução já começou!

Principalmente o mercado de energia solar, tem se mostrado infinitamente vantajoso em diversos aspectos.

Econômicos, sustentável, sociais, esses nichos estão sendo os mais afetados positivamente pela energia solar no Brasil e no mundo.

E o melhor de tudo é que nem cerca de 0,5% da população aderiu, ainda. E isso mostra o quanto esse setor tende a crescer nos próximos anos.

Se compararmos o conceito do estudo de Rogers com essa revolução tecnológica sustentável, esse mercado está lotado de oportunidades.

E você pode fazer parte dos 2,5% de inovadores que irão romper este mercado de energia solar.

Quer saber mais sobre como começar do zero no mercado e energia solar?

Programa de Capacitação de Energia Solar Fotovoltaica 2.0 da Entec Solar é um programa completo, contendo mais de 80 aulas, com módulos comerciais e técnicos.

É ideal para quem quer começar do zero e ganhar dinheiro no mercado de energia solar. Além disso, temos um excelente programa de revenda.

Ao finalizar o programa você pode optar por se tornar um parceiro da Entec Solar e contar com diversos benefícios que só a Entec oferece.

Para saber mais, acesse nosso site www.entecsolar.com.br ou entre em contato pelo telefone 41 3209 3101